+ Notícias

  • Crédito: Staff Images/Flamengo

    Flamengo vai tentar o bicampeonato da Copa Intercontinental da FIBA.

Flamengo e AEK Atenas na final

Parada dura para o time carioca amanhã na decisão da Copa Intercontinental da FIBA
Por: Redação e assessorias/NBB - 16/02/2019 21:59:28

Domingo é dia de decisão de mundial. Na Arena Carioca 1, o Flamengo terá a chance de ser bicampeão da Copa Intercontinental da FIBA na decisão do torneio contra o AEK Atenas (GRE), às 18 horas, com transmissão ao vivo pelo Facebook do NBB.

"Tudo pode acontecer. É um jogo, e vamos para cima deles. Sabemos do nosso potencial, respeitamos a equipe deles, sabemos que são caras renomados, que possuem títulos, mas a gente também. Sabemos do nosso potencial”, disse o pivô Anderson Varejão, do Flamengo.

“O mais importante é ter tranquilidade. Vai ser um jogo nervoso, teremos ansiedade. Mas vamos contar com a Nação. Tem tudo para ser um grande jogo e queremos conquistar o bi. Tem que deixar acontecer. Vamos ver como os caras jogam e nos preparar da melhor maneira possível”, concluiu Varejão.

O adversário do Flamengo na decisão da Intercontinental será o AEK Atenas (GRE), atual campeão da Champions League da Europa (BCL). A equipe venceu com propriedade o duelo semifinal contra o poderoso San Lorenzo (ARG), atual campeão da Liga das Américas, pelo placar de 86 a 64.

Os destaques ficaram por conta do ala/pivô norte-americano Delroy James, autor de 15 pontos e oito rebotes, e do ala/pivô grego Dusan Sakota, que deixou a quadra com 15 pontos e cinco sobras. Além da dupla de garrafão, o AEK Atenas possui outros nomes a serem observados e que merece toda a atenção. Vamos listas alguns nomes:

Os norte-americanos Jordan Theodore, armador que já foi MVP da Champions League (2017), e Vince Hunter, ala/pivô de 24 anos e destaque da equipe na temporada, com média de 18,7 pontos e 7,7 rebotes por jogo, e o renomado lituano Jonas Maciulis, campeão da Intercontinental em 2015 pelo Real Madrid.

“Não será uma tarefa fácil. Eles têm uma profundidade grande. É um time totalmente diferente do que enfrentamos. Uma estrutura tática diferente. Vamos estudar bastante os jogadores deles. Os americanos deles jogam bem diferente do que vimos hoje. É mais o estilo europeu, sem forçar, trocando passe, mais pausado. Já estudamos bastante todos os times e a partir de agora vamos passar tudo aos atletas”, disse o técnico do Flamengo.

O Flamengo chegará para o duelo contra o AEK com a moral lá em cima. A equipe venceu com sobras a semifinal contra o Austin Spurs, atual campeão da NBA G-League (liga de desenvolvimento da NBA), por sonoros 90 a 58, e avançou à decisão. O armador argentino Franco Balbi debulhou no primeiro tempo e marcou todos os seus 19 pontos antes do intervalo (5/8 nas bolas de 3 pontos).

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade